IN RIVOTRIL WE TRUST!!

E para quem pensa que a serenidade da mulherpolvo tem algo a ver com ficar quieta… Nana ninanão!!! Definitivamente, não. Está sentado(a)?

Vou desfilar para a escola de samba Unidos do Viradouro!!!! Rá!

Não sei se sempre sonhei ou quis, mas… Apareceu uma oportunidade e lá estou eu, na quadra da escola, conhecendo figuras interessantes, de um admirável mundo novo, muito alegre e emocionante.

E lá estva eu, na quadra, esperando o ensaio começar, quando de repente…

ACABOU A LUZ!!!

E eu que tinha saído da minha casa, toda arrumadinha, às cinco e pouca da manhã, para ir para o hospital… Dormi no ônibus, e ao achegar ao centro do Rio… Baita chuva! Foi descer do ônibus e tomar um banho de água imunda de rua. Cheguei no trabalho já indo tomar banho, os meus pés estavam pretinhos… Mas tudo bem, não perco mais meu bom humor por qualquer contratempo.

Doze horas de plantão, outro banho, outra roupa. Saída do hospital para o samba.

Imagina o que aconteceu? Sim, caros amigos, começou uma baita chuva novamente!!!

Eu deveria ter percebido os sinais?

Bem, não sei, eu tava morta de preguiça de sair depois da labuta, mas eu precisava, o samba agora é compromisso, dos mais sérios.

Depois do apagão, a volta para casa, de ônibus, no escuro. Sim, sim, sou a maior maria gasolina, não suporto andar de ônibus. Mas mesmo assim, eu não tava de mau-humor.

Eu já descrevi o lugar onde moro? Não, né… É um lugar muito legal, mas a minha rua não tem calçamento, e a minha casa fica a uns setecentos metros da estrada onde passa o ônibus.

Mermãaaaaaaaao!!! Quando desci do coletivo, a minha rua tava um breu. Hora: meia-noite. Não dava pra passar, sem luz, com chuva, com lama e de sapato alto… O primeiro carro que entrou para a minha rua, eu fiz parar e pedi pro motorista me levar em casa. Simples assim. Como é que eu ia andar caindo (com certeza cairia) na lama??

Entrar em casa depois de um dia exaustivo é uma delícia. Mas ontem foi extasiante. O ponto alto do deleite-de-estar-em-casa foi abrir a gaveta da mesinha de cabeceira e sacar uns comprimidos de rivotril.  Garantia de uma bela noite de sono sem preocupações com o calor ou com os mosquitos…. Ahhhhhhhhh…. O segundo medicamento mais vendido do Brasil salvou meu dia, ou seja, a minha noite, e imagino que a de muitos outros brasileiros…

 

 

 

TSC, TSC, TSC… QUE COISA…

Eu já falei para vocês que eu sou meio doidinha né?! Mas na verdade, o que eu gosto de viver é a verdade. Nunca fui de fazer gênero, e, com muito orgulho, sempre me mostrei como verdadeiramente sou.
Mas agora, aos 34 anos, a sabedoria bate à minha porta.
Descubro que, principalmente no terreno “homens” , é necessário um bocado de sinismo…rsrsrs
E como me divirto, a cada vez que me flagro modulando a voz, pensando duas vezes antes de cada frase, quando me faço de frágil, tola, burrinha e… fácil.
Quantos homens (dos homens que conheço) conseguem ultrapassar a barreira do despeito quando eu estou linda, brilhante, desenvolvendo conversar verdadeiramente interessantes?
FATO: Mulher Linda, sensual, culta, que bebe como eu bebo, que não tem medo nem vergonha dos próprios desejos, fala o que quer e gosta de dar de 4 assuta. Não…Apavora!!
E assim, vou guardando a espontaneidade no armário para usá-la apenas com as companhias corretas.
Desenvolvo formas de me relacionar com outros tipos e me divirto pra valer, conversando sobre a novela das nove, ao invés de discutir o mito da caverna. E paquero, e combino, e saio, e beijo deliciosos beijos.
e curto muito, saboreio cada beijinho até que coisas mais interessantes aconteçam, como um delicioso papai-mamãe no escurinho, praticando sussurros quase inocentes ao invés da canção selvagem de sempre.
Constatação: moças sérias também gozam. E como!!!!

MAIS DIA DO AMIGO

Então eu andei escrevendo, no dia do amigo, sobre as minhas amicãns. Não escrevi nada sobre nenhum amigo homem, não foi?

Mas porque, Mulherpolvo??

Hipótese n°1: a Mulherpolvo acredita que amigo de mulher é cabeleleiro, e olhe lá.

Hipótese n°2: a Mulherpolvo não tem amigos homens.

A resposta correta: Embora a Mulherpolvo tenha, sim, alguns amigos homens, isso não significa que a mesma acredite piamente neste tipo de amizade interssexual (essa palavra existe?)

Esse post é em homenagem àquele que deixa a pele sedosa mesmo em tempos de vacas magras. Sim, um post comemorativo dedicado exclusivamente ao Pau Amigo de todas as horas, aquele que não nos deixa não mão, ou seja, nos dedos.

Porque amigo de mulher que se preze é mais que amigo, é pau amigo. Ele te come e não pergunta nada. Se liga no dia seguinte é para falar qualquer besteira,  e a coisa toda se desenrola num clima de camaradagem, e não de paquera-que-pode-dar-em-casamento.

Tem aquele cara que era amigo, que estudou contigo, cresceu junto. Até que um dia, rolou. Mas como a amizade era de longa data, os dois preferiram continuar amigos… transando no fim da noite, ou no meio da tarde. Independente de qualquer namoro.

Tem aquele que era namorado, e o namoro acaba sem traumas. Flashbacks se repetindo, independente de novos namoros. Entre uma saida e outra, sempre dá temnpo de conversar sobre a paixão da vez, sobre “como era difícil namorar com essa característica sua”. E o ex vira amigo. Pau amigo.

E tem aquele cara que é da mesma turma. As festas, as praias, os churrascos… tudo sempre ao lado. As namoradas dele ficam nossas amigas. Os nossos namorados ficam amigos dele e sempre com a pulga atrás da orelha. “Será que já rolou?” Não, não rolou nada. Ainda… Mesmo que esse ainda esteja durando (quanto?) 23 anos. Mesmo que cada um já tenha se casado por três vezes. Esse é amigo. Tá a 23 anos por perto e ainda não rolou nada ( tá bom, eu assumo: QUASE nada…)

O fato é que, a não ser que o cara seja extremamente esquisito ( e nosso amigos não são extremamente esquisitos), ou que a mulher seja extremamente correta (duvido) ou feia (duvido ainda mais), mais cedo ou mais tarde alguma coisa acontece, nem que seja um selinho num dia chuvoso, porque você está deprimida.

Ou então o cara é gay, e voltamos ao início do post. Esses são os melhores amigos mesmo… Quando não querem usar nossas roupas e/ou maquiagens.

Mas como nem tudo são flores na vida da mulher que come seus amigos (kkkk… ogra!!), os amigos de cama e mesa às vezes arrumam namoradas/esposas completamente inseguras e com complexo de pit bull. E fazem o cachorrinho de madame   namorado/marido cortarem relações com a gente.  E isso dá uma raiva danada,  afinal, o objetivo principal da brincadeira é ter amizade, e não desrespeitar o namoro dos outros.  Porque namoradas, esposas e noivas vão e vem. Amigas não.

Escrevo em homenagem ao babaca que parou de falar comigo porcausa de uma esposa insegura depois de mais de vinte anos de amizade. O casamento dele está acabando, a minha raiva, não.

E em homenagem àquele que eu ainda vou pegar. Ah! Se vou!!! Rá!

E tem mais: com amigo ou inimigo, use sempre camisinha!
aids_fita_165x240

Quem quiser aderir à campanha do Ministério da Saúde em seu blog ou site :

Link para a pesquisa – http://portal.saude.gov.br/portal/aplicacoes/noticias/default.cfm?pg=dspDetalheNoticia&id_area=124&CO_NOTICIA=10326

Link para a fitinha – http://links.fsb.com.br/ministeriodasaude/aids_fita_165x240.jpg

comunidade no Orkut – http://www.orkut.com.br/Main#Community.aspx?cmm=91333808

Página no facebook – http://www.facebook.com/home.php?ref=home#/pages/Ministerio-da-Saude-Campanha-Atitude-contra-a-Aids/96668832158?ref=nf

Aplicativo no facebook – http://apps.facebook.com/causes/313905/71884929?m=95ac708a

ENQUANTO ISSO, NO MSN…

Numa conversa anterior, Mulherpolvo sugere à Tchela um programa de solteiras, no centro do Rio, friday night. Novamente, ouve-se aquele barulhinho:

Tchela Quimera – SeR e ouSaR SeR diz:

demorou
vms sim
saio do trabalho as 17
hs
sexta
MULHERPOLVO diz:
então a gente vai se falando por tel. vou sair de casa sexta detarde com manu
Tchela Quimera – SeR e ouSaR SeR diz:
bagacinha
MULHERPOLVO diz:
talvez sim,talvez não. vai depender. talvez eu ainda pedale sábado.
ó a boca pra cassilda, hein?
Tchela Quimera – SeR e ouSaR SeR diz:
bom
o q?
boca pra cassi ??/
como??
não é pra falar de sexta
isso ?
MULHERPOLVO diz:
sim, isso mesmo
senão ela me espanca
Tchela Quimera – SeR e ouSaR SeR diz:
a sim
ue ?
pq?
MULHERPOLVO diz:
pq a gente ta combinada de ir a marica de bike
Tchela Quimera – SeR e ouSaR SeR diz:
vc’s fizeram algum tipo d pacto?
a sim
esse fds ?
MULHERPOLVO diz:
pacto não.
é, a gente tinha combinado, mas nem só de saúde viver uma mulher
Tchela Quimera – SeR e ouSaR SeR diz:
kkkkkkkkkkkk
to zuando
demorou

MULHERPOLVO diz:
hhauhau
to cheia de fogo no coo
fiz depilação hj
Tchela Quimera – SeR e ouSaR SeR diz:
hahahahahaha
maravilha
vou fazer amanha
pra da fogo tb
MULHERPOLVO diz:
to de unhas feitas…
Tchela Quimera – SeR e ouSaR SeR diz:
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
MULHERPOLVO diz:
segurem seus filhos em casa, senhoras!!
Tchela Quimera – SeR e ouSaR SeR diz:
ai me manda a receita do elixir da mulher polvo
comprei sementes d guarana
tb
kkkkkkkkkkkkkkkk
MULHERPOLVO diz:
eu tenho um saco pra te dar
vai muita coisa, marcela, rende mto.
rarara
sementes de guara
Tchela Quimera – SeR e ouSaR SeR diz:
amanha vou tomar um banho d rosas
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
petalas d rosas
MULHERPOLVO diz:
mas eu te dou um saco, te vicio e depois te cobro os olhos da cara por mais uma dose!!! hauhauhauh
Tchela Quimera – SeR e ouSaR SeR diz:

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
demorou

MULHERPOLVO diz:
boa idéia o banho de rosas… acho que vou encarar um tb
Tchela Quimera – SeR e ouSaR SeR diz:
pois é … 3 reais o saco cheio d petalas la perto de casa
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
vou banhar-me
rosas brancas
vermelhas
MULHERPOLVO diz:
petalas frescas, ne?
Tchela Quimera – SeR e ouSaR SeR diz:
enfim
isso
fresca
MULHERPOLVO diz:
então, aqui tb vende
Tchela Quimera – SeR e ouSaR SeR diz:
no moço das flores

então
vms as petalas
MULHERPOLVO diz:
u-huuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu

MULHERPOLVO diz:
cara, tem uma amy winehouse dentro de mim, louca pra sair.
Tchela Quimera – SeR e ouSaR SeR diz:
kkkkkkkkkkk
ai meu deus
agora fiquei com meda
hahahahahahahaha
MULHERPOLVO diz:
hahaha…
Tchela Quimera – SeR e ouSaR SeR diz:
adorei … a amy
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
MULHERPOLVO diz:
pode deixar que tenho um estoque de camisinhas de menta por aqui
Tchela Quimera – SeR e ouSaR SeR diz:
obaaaaaaaaa
kkkkkkkkkkkkkkkk

Moral da história:
Quem mandou contratar faxineira???

CAMPANHA EM PROL DE FONES DE OUVIDO PARA TODOS

Meus leitores evangélicos que me perdôem, mas eu já estou ficando “porraqui” essa música gospel de vocês!

Tem uma cantora, a Cassiane, que gravou um DVD ao vivo.  O novo guarda lá do meu setor do hospital colocao bendito DVD para tocar durante os nossos plantões. Eu não gosto. Como se não bastasse TUDO o que eu tenho qua aturar lá, agora o meu filme de terror bizarrento tem trilha sonora.

E fica assim:

(Telefone)

“Plantão Geral, bom dia!!!”

“Éeeeeeeee…. É da emergência?

“senhor, esse hospital não possiu emergência… Emergênciaé no Souza Aguiar.”

“Masé que eu faço tratamento de (qquer coisa) aí, e o doutor falou que se eu passase mal, era pra eu ir praí.”

“então venha”

“mas tá atendendo?”

“O senhor será avaliado pelo clínico, não sou eu quem resolve se o senhor será ou não atendido aqui.”

“então não ta atendendo?”

putaquepariuporracaraleomortalcarpadoecomequiu…. ”

(encostada no balcão, uma negona de pelo menos 90Kg, ao seu lado uma jovenzinha franzina e um coroa surdo e mudo)

“minha filha, eu já tirei o sangfue faz uma hora. Meu exame ainda não está pronto?”

“Não minha senhora, a média é de duas horas até ser entregue. Quando chegar, seu nome será chamadoem voz alta.  E me fala, grandona, em qual hospital ou consultório particular você é atendida em poucos minutos e ainda volta pra casa com os examesfeitos, o especialista consultado e os remédiosna bolsa, tudo de grátis?? Dá pra cooperar esperando com paciência o que tá muito bom, em se falando de SUS????

“Tem médico? Quero marcar uma consulta”

“Sim, tem clínico. O que você está sentindo??”

” É que eu to com um furunco. Aqui ó, debaixo do braço.”

” não precisa me mostrar. aquinão se faz drenagem de abcesso, você precisa procurar um posto de saúde.”

“mas eu já fui”

(mentira cabeluda)

“olha moça, você espera o clínico para você conversar com ele.”

(e o mudo)

“mmmmmmmmmmmmmmm”

“CADÊ O SEU CARTÃO DO HOSPITAL E A SUA IDENTIDADE?”

“mmmmmmmmmmmmm”

(fiz gestos mil com as mãos, até que a moça franzina pegou o documento dela e mostrou pra ele).

Tive um segundo para perceber o que se passava à minha volta. Alguns fiéis sentados, cantarolando junto com o DVD, acompanhando a cantora e todas as suas 85 notas musicais.

Terça de manhã. Cinco e meia da manhã, para ser mais precisa. Um ponhto de ônibus, dois ônibus e uma garota cheia de sono, tentando raciocinar:

“Po**, que sono. Se eu for de catacorno, vai demorar mais pra eu chegar ao meu destino. Se eu for de frescão, mais caro, assento reclinável, ar condicionado, pessoas supostamente  mais belas e civilizadas, chegarei mais rápido. Terei menos tempo para dormir. Vou de catacorno”.

Entrei, paguei, sentei. Sentei mal, não tinha nenhum banco vago no escurinho, para mim sobrou embaixo de uma enorme luz fluorescente. Me derramei e fechei os olhos. Comecei a sentir um cheiro… Ai, caramba! perfume forte e ruim. Bem na minha frente. tentei ignorar e fecheios olhos novamente.

E, de repente, lá vem ela. A voz. Da Cassiane. Um ser cruel e sádico, irmão perdido da Nazaré (da novela…) Estava escutando o som do seu celular sem fones. E nem mesmo tinha amanhecido.

E Tocou a primeira, a segunda, a terceira. De vez em quando eu olhava para trás e faziacara feia pro homem, que escutava todo prosa. Deve ter ganho o celular que faz estardalhaço no ônibus do macho dele. E pra que essa senhora grita tanto, e tão alto? Jesus Cristo, o salvador, não é surdo. Um bom cantor sabe que fica muito mais bonito quando equilibramos voz alta e baixa,graves e agudose etc. Vide  Elis Regina e Janis Joplin.

Na quarta música, eu resolvi reclamar.

“Senhor, osenhorgostaria que eu acendesse um cigarro aqui dentro?”

” Não pode. É proibido.”

“Aparelhos sonoros também são proibidos. Quem quer ouvir alguma coisa no rádio precisa usar fones, e o senhorestá me incomodando”

Duas ou trêsoutr5as pessoas falaram “eu também”, e o cara desligou. E eu não dormi nem um único minuto até chegar.

Em tempo: sou espírita, amo Jesus e escuto, aqui na minha casa, música espírita. Que é baixinha, e nos permite relaxar e refletir.”

ME SEGURA, QUE EU VOU DESMAIAR!!

Quem tem blog do wordpress sabe que as estatíticas são uma delícia, a gente vê de onde vem as nossas visitas, etc.
Só que acontece que hoje de manhãeujá tinha recebido umas 250 visitas, enquanto minha média diária é de 120. Tudo bem.
Fui ver de onde vieram. Google e afins, termos pesquisados… hã, deixe-me ver…
“mulher polvo” Mulherpolvo” “funk mulher polvo”.
Peraê!!!!!!!
O que a palavra funk tem a ver com a gloriosa palavra “mulher-polvo”?????????
Corri atrás.
Dizem por aí que é dançarina da Mulher Melancia. Bizarro.
Loira e… Funkeira!
Não sei porque a moça (?) de denomina assim, mas eu sei, que ESTA Mulherpolvo daqui assim se chama por ser mãe de duas meninas (7 e 8 anos), funcionária pública do SUS, cozinheira, cake designer, boa de noitada, de copo, de garfo e de agito. Também faço musculação, crochê, não tenho empregada e mesmo assim saio toda glamourosa, como se tivesse um batalhão delas.
Meu segredo?
Ah!! vocês querem saber o meu segredo, né não?
De manhã, ao acordar: 1 banana
1 copo de iogurte natural, ou leite desnatado
1 colher de sobremesa: guaraná em pó
canela e ginseng em pó
Quinoa em flocos

É só bater no liquidificador, com ou sem gelo, com ou sem adoçante, com qualquer outra fruta, e mandar pra dentro. Melhor que red bull.

A isso tudo, muita vontade. E muita eletricidade, muita ansiedade…mas daquela boa, sabe?!
Tenho uma coisa pra contar desde quinta passada, mas outras coisas vão acontecendo e… eu vou deixando pra amanhã…quem sabe amanhã, se ninguém mais quiser roubar meu nome…bagaça

A verdadeira Mulherpolvo, num momento bagaceira, em seu próprio quintal.
Ah! Sim, porque além de tudo, essa daqui também sabe cantar, e manda mal (mas alguma coisa) no violão.

LENDAS URBANAS DE NITERÓI

Um breve prefácio:

Uns três anos atrás eu entrei numa de narrar algumas das mais famosas lendas urbanas que circulavam em Niterói quando eu era adolescente, a vida era bela e tediosa, e poucos tinham histórias reais para divertir uma roda de amigos. Resolvi desenterrá-las não por falta de assunto, mas por excesso. Me aconteceram tantas coisas estranhas e diferentes em dois dias que eu não poderia transformar em texto assim, rapidinho, como exige minha rotina.
Qualquer semelhança com fatos ou pessoas reais é mera conincidência, ou então é a mesma lenda.

************************************************

O BIFE DE FÍGADO

Era um sujeito adolescente. Menino bonitinho, queridinho das titias e das gatinhas da escola.
Arranjou uma namorada não menos bonitinha e queridinha, que precisava apresentá-lo em casa, do contrário não poderia namorar…
Ser adolescente nos anos oitenta de Niterói tinha dessas coisas.
Pois que o nosso bonitinho foi jantar (ou almoçar) na casa da bonitinha e conhecer pai, mãe, irmãos, periquitos e papagaios…
Sala da frente, cumprimentos, papinho leve pra quebrar o gelo.
Coca-cola, carrinho de controle remoto do irmãozinho, carinho no cachorro.
Sala de jantar. Papo, papo, papo.
Mamãe serve os pratos… hum que cheirinho bom!! Mas o que é isso???
BIFE DE FÍGADO!
Eca! Nosso bonitinho odiava bife de fígado, mas como era um bonitinho educado, deixou a mamãe colocar no prato dele. Enrolou de lá, enrolou e cá, e percebeu que estava sentado bem pertinho da janela, e logo teve uma idéia: ” se eu jogar esse bife pela janela aqui atrás de mim, ninguém vai perceber, e eu não vou precisar dizer que eu não suporto esse rango”.
Foram comendo e papeando. De repente, o bonitinho olha pro pessoal e aponta pro lado oposto ao da janela:
_Olha alí!
Quando todos olharam ele pegou o bife com o garfo e jogou para trás, numa manobra rápida e certeira.
SPLASH!!!!!!!!!!
O bife bateu no vidro fechado e foi escorregando lentamente, de forma que todos puderam apreciar o espatáculo com calma. Ao cair no chão, o cachorro não se fez de rogado e traçou tudo rapidinho.
Bonitinho, super sem-graça, falou pra mamãe que se assustou com a barata voadora que ele tentou mostrar pros outros e o bife “pulou” do seu garfo. Ou do seu prato. O caso é que o bife tava vivo e tentando a todo custo fugir, porque ele também não gosta de adolescentes bonitinhos…
Claro que papai e mamãe relevaram e carinhosamente explicaram que ele não precisava gostar de tudo o que tinha na mesa. E bonitinho até hoje diverte a todos com seu bife de fígado e com outras presepadas, que se existiram de verdade, não podemos saber, e que eu vou narrar aqui, pouco a pouco, como sendo todas de sua autoria.