tem que ter paciência, moça!!

Preciso contar que estou na terceira semana da minha dieta… Leve, levinha… Já perdi uns quilos, mas não sei ao certo quantos, pois a balança do meu banheiro não merece confiança, e a daqui do hospital que é digital e novinha em folha, confere meus progressos de sapato, calça e casaco. Ta mór frio…  Então eu não sei meu peso. Mas já dá pra perceber uma diferença no meu corpo.

Essa melancolia que tem me acompanhado, segundo a minha mãe, é fruto dessa mudança na alimentação. Eu simplesmente larguei tudo o que há de industrializado além das carnes e gorduras. Só estou consumindo óleo de coco e azeite. E muito arroz integral bem cozidinho, empapado, com vegetais. Tem que dar um tempinho pro corpo acostumar, né?!

Mas ontem minha miguxa inaugurou o restaurante dela com um churrasco. Eu sou louca por churrasco. E comi carne e asa de galinha. E agora to passando mal, estufada, percebendo o esforço que meu organismo faz pra digerir a bagaceira. Porque também rolou uma cervejinha, sabe?!

Aprendi a lição. Isso não vai acontecer novamente…

Anúncios

Xô, égua!!*

Gente, uma coisa louca estar de dieta. Sonhei que estava numa churrascaria, olha só que coisa…

Não está sendo sacrifício nenhum limitar o cardápio a 1200 calorias, e eu na verdade não estava sentindo vontade de comer nada em especial (churrasco é vontade eterna, adoro!).

Bem, hoje eu estou de plantão, muito linda, bem humorada, de batom e tudo o mais. e comendo as coisinhas naturais de sempre.

Até que de tarde, bateu um tediozinho, pois, como a manhã foi muito movimentada, eu estranhei a calmaria. Foi ai que aconteceu! Uma vontade danada de comer pão e/ou biscoito, ou seja: carboidrato, branco, com queijo, de preferência.

Mais um insight: não era fome, era tédio, cansaço e vício. Xô égua!! *(termo usado por diversos personagens do  Érico Veríssimo, em O Tempo e o Vento)

Quais dos meus raros leitores percebem essa “fome” na hora do cansaço e/ou tédio??

Claro que comi apenas dois damascos para tapear, e agora, to me sentindo a mais linda e vitoriosa das criaturas!! Hahah

E vamoquevamo…

TODAS SABEM ONDE É QUE APERTA A CALÇA JEANS

Se não me engano foi na sexta feira passada que eu li no Corporativismo Feminino sobre o excesso de exposição do corpo da mulher para vender coisas. Respondi que tinha pena das mulheres que se apegam demais à imagem do corpo por insegurança de não poder ser nada mais que gostosa.
Mas eu quero sim, ser gostosa, entre outras coisas. Porque inteligente eu já sou, e pra caraleo. E humilde, como podem perceber.Só isso justifica uma session de agachamentos, caneleira de dez quilos e o dinheirinhos preciosos que deixo todo mês lá com o personal.
É bom quando as roupas da moda ficam lindas na gente, né não?! E o biquini,então?!
Eu não sou magra, nem gorda. Na verdade, um tipo bem brasieliro e seria nota dez se não fosse essa barriga “gigantesca” que sempre tive desde que nasci, mas que teima em crescer mesmo mais de dez anos depois de eu ter saído da fase de crescimento.
Adoro comer. Como pra chuchu, qualquer coisa, até chuchu.
Mas eu quero ser linda, gostosa, de pele de veludo, olhos e cabelos brilhantes, ter pique pra aturar o que vier, viço, juventude, bom humor, ufa!!!
Ô minha fia, se vois mecê quer isso tudo, não pode ficar se entupindo de pizza e de cerveja, não, viu?!
Malhar é gostoso, eu me sinto bem.
Mas abrir mão de tudo-o-que-há-de-bom, tem sabor e cheiro forte, gordura (de preferência trans), açúcar, química e otras cositas más está sendo o terror do século para mim. Antes, quando eu era mais nova, eu conseguia fazer regime numa nice. Primeiro, porque gosto de vegetais, frutas e de alimentos “natureba”. Depois, porque gosto de cozinhar. E mais ainda porque todos em casa me davam a maior força.
Agora minha vida é uma zona, sem horários e nem dias fixos para nada, sem rotina, como eu sempre sonhei.
E fica fácil passar esfomeada em frente ao MacDonald’s.
Puro-Osso também adora comer e me levar pra comer com ele, ou pra cozinhar pra ele, sempre coisas muito leves, como picanha, rabada, carne do sol, entre outras delícias.
E vai ficando cada vez mais difícil.
Mas ontem, ao lado do macarrão à bolonhesa, à noite, havia um caldinho de inhame com alho poró.
E hoje, ratatuille (prato provençal feito com abobrinhas, berinjelas, tomates, cebolas e pimentões). Brabo mesmo é acostumar novamente o paladar com a mudança. E acostumar a dizer não, a ter a sensação de fome, meio de barriga vazia que alimentos leves deixam. E entender que exceção é o contrário de regra.
Torço pra que eu consiga não só comer, mas também preparar opções mais acertadas para uma mulher com mais de trinta que quer fazer quarenta cheia de saúde, energia e com uma pele de 25.
Tá, tá, tá bom… 29?! Pode ser??

Ps: Comente aqui como é sua alimentação, se saudável ou junk. E se for saudável, explique direitinho como é esse negócio pra você. Please. Ah! e quem tiver simpatia da boa, receita de fórmula pra emagrecer, telefone de um endocrinologia ótimo ou senha pra nascer “magra de ruim” na próxima encarnação, dividam com a miguxa…

NINGUÉM MERECE!

Tem dias que são meio que um teste de paciência, ainda mais nesta gloriosa semana pós TPM. Se na semana passada tudo me aborreceriria, a vida me aliviou, mas, em se tratando de vida real, qualquer alívio é temporário.
Adivinhem onde estou…
No hospital, é claro!!
Vamos às lamúrias:
1- Meia hora depois que eu cheguei me aparece uma sujeita bem casca-grossa, gritando por um proctologista. (essa deve gostar mesmo de ir tomar naquele lugar!)
2-Minha recepção ganhou um DVD. Isso seria muito bom, se eu não estivesse assistindo a um dvd institucional, que mostra uma mulher parindo, fazendo pré natal, tudo muito lindo e humanizado, do jeitinho que deve ser lá na Suécia. O fundo musical é uma ópera e eu to surtando com essa música. Maria Callas deve estar fazendo um duplo twist carpado dentro de seu túmulo.
Vou ter que passar por essa experiência à la Mengele até as 19 horas, se eu sobreviver, qualquer outro sobrevive.
3- Eu sou a recepcionista mais fofa e atenciosa do hospital:))
Acontece que eu encaminho as pessoas para os lugares onde elas devem ir, e as más recepcionistas não resolvem os problemas delas. E elas voltam, pessoal… todos voltam para me alugar. E eu sou alugada sistematicamente o tempo todo, sem nenhum adicional pró-aluguel do SUS. Só sossegam quando percebem que a minha fofisse tem data de validade. Se o caso se resolve em posto de saúde, não se resolve em hospital de referência, né mesmo? Essa população teimosa e mimada…
Querem pra agora, pra já, “senão eu chamo o reporti”… ai caraleo. Não sabe nem o que tá pedindo…
4- Já precisei dizer que não há vagas de internação para quatro mocinhas de quatro UPAs (Undidades de pronto atendimento do gov. Sergio Cabral, maior engodo). Me dá uma tristeza pena danada.
Levando em consideração que faltam ainda 9 horas pra eu ir embora, eu me pergunto: “o que mais pode me acontecer neste (glorioso) dia??”
Lembrei agora que a hora mais feliz (a do almoço) vai ser pedreira também, estou na semana detox (creme de arroz integral com filé de peixe cozido… argh), e depois deste banquete eu vou ao banco… esse vai ser com certeza o pior momento do dia!!! kkkkk

CAKE DESIGNER

Enfim, começou o curso. São 16 mulheres e dois homens dos tipos mais variados, mas com uma coisa em comum:todas gostam de fazer bolo e grande parte já os faz para ganhar dinheiro. Os grupos foram separados pela professora (que é muito bonita e não parece ser mais velha que eu).
O momento chato foi executar as receitas do dia com o meu grupo (cinco singelas desconhecidas tentando não ser mandonas nem sarcásticas com as colegas – eu não consegui não ser sarcástica).
Aprendi muita coisa nesta 1° aula. Achei bacana como a professora nos passou diversos conhecimentos intelectuais (!) sobre a comida, nos ajudando a ler uma receita e imaginar direitinho como ficará, baseada nas quantidades dos ingredientes.
Vou ter que treinar bastante (só a confeitagem) em casa, mais ou menos uma pena, afinal estou tentando, com muita paciência, adquirir melhores hábitos alimentares, nem que seja apenas de segunda a sexta-feira, o que vai ser uma grande ajuda pro organismo e pros humores… Por falar em organismo e em humores, o Alex Atala fala em seu livro “com unhas, dentes e cuca – Prática culinária e gastonomia ao alcance de todos”
que no período medieval, os médicos e os cozinheiros andavam coladinhos, e que não é a toa que receita é um substantivo que serve tanto para a medicina como para a gastronomia. Bem, num tempo onde não havia remédios químicos, o negócio era adaptar as receitas com as especiarias que as tornassem mais saudáveis para os comensais. E já falava Hipócrates, não é mesmo?!
E também nos fala Sonia Hirsh O alimento deve ser o nosso remédio e o nosso prato deve ser vivo, dinâmico e colorido, como queremos ser. Já vi que vou precisar de toda disposição neste momento em que o polvo que mora em mim volta de férias, inda mais que hj, numa arrumação de armário, vesti um jeans que me entrava atochado no corpo quando Rebeca (minha filha caçula) tinha apenas um mês de nascida. Hoje ficou mais atochado que há 6 e 1/2 anos atrás… porque será… vejamos… cerveja, carne, sorvete, ou todas as opções acima??? ai, ai, não sei.
Sei que eu sou bonita e gostosa, mas estaria anos luz mais gostosa sem essa bóia em volta da minha cintura. Deixemos de quimeras. Com boia, sem boia, vou raspar de colherzinha todas as panelas de recheio e todos os bowls de massa. Amém.
JsIndexer - JsIndexer - Adicionar aos Favoritos BlogBlogs JsIndexer - Adicionar artigo ao Del.icio.us JsIndexer - Adicionar ao Diga Cultura JsIndexer - Adicionar ao Facebook JsIndexer - Adicionar ao Google JsIndexer - Adicionar ao Gostei JsIndexer - Adicionar ao Infoblogs JsIndexer - Adicionar ao MySpace JsIndexer - Adicionar ao Diga Cultura JsIndexer - Adicionar aos Favoritos Technorati JsIndexer - Adicionar ao Ueba JsIndexer - Adicionar artigo ao Windows Live JsIndexer - Adicionar ao Yahoo! <br

MAS, SE NEM EU ENTENDO?!!

As três pessoas que me acompanham aqui leram algo sobre um tal de “projeto verão” que incluia dieta e caminhada e ficou só no papel. No papel não, na tela. Quanto menos carne eu quero comer, mais eu PRECISO de um bom churrasco pra ficar mais felizinha.
Sorvete. E eu nem gosto muito. Mas a senhora minha mãe adora, e tem três potes de sabores diferentes lá no freezer. Com caldas. E cereja.
Acho que a falta do que fazer está ajudando um pouco, tipo, eu saio pra night, fico destruída, e, depois de 24 horas sem comer, vai entrar carne, sorvete, coca zero e muito, muito pão.
PORRA, CARALEO, CADÊ A MINHA DISCIPLINA???!!! Tá, tudo bem, eu ainda visto 38 em baixo e 40 em cima, mas a barriga que já esticou três vezes (perdi um baby em 2003) tá tão… tão… mãe!
Procuro nas gavetas a disposição que eu tinha até um ano atrás pra malhar, a disciplina de só beber chás de beberagens emagrecedoras, as compras do hortifruti que não estragavam na geladeira.
Muito chato perceber essa falta de compromisso com coisas que são chatas, dão trabalho, mas trazem inúmeros benefícios.
Aí eu vou pra análise e… RÀ! Menina, vc precisa aprender a ser sua própria mãe.
Não dá pra querer ser saúde e bagaceira ao mesmo tempo (eu ainda não tenho certeza disso, vou continuar tentando). A verdade é que eu não consigo fazer sozinha, por mim mesma. Que triste.
Ops!!! acabei de entregar o meu maior podre!!
Eu tinha um namorado super crítico, então o anti-rugas era usado todos os dias, o chá era bebido todas as horas, e tudo o que eu não consigo digerir direito ficava na vontade. Agora, como eu sou quase uma Britney, de tão popstar, Assumo a sem-vergonhice ao lado de pizzas, sobas, churrascos mistos e pãezinhos.
Estou tentando beber apenas vodcka com red bull diet (putaquepariu!!!) mas depois de umas doses, acabo bebendo a cerveja mesmo. É que quando eu bebo, fico rica e magra. E dá logo vontade de comer… enfim.
Eu tenho 34 anos, me sinto bela e plena. Mas quero (será que quero mesmo?) envelhecer saudável, e de preferência DEUSA, como a Torloni e a Vera Fisher. Mas ELAS TEM DISCIPLINA!!!! E elas não ficaram tão felizes como eu, que ontem entrei num restô na hora do almoço e pedi churrasco misto com uma montanha de batata frita e outra de farofa. Com a coleguinha cardíaca ao lado, que não deveria nem PENSAR em gordura. Voltamos pro trabalho derretendo de alegria!!! E não é o que faz valer a vida?
Se felicidade embeleza e dá saúde, vou comer carne de boi hj denovo e esperar os suspiros dos gatos, que aliás estão jorrando aos borbotões em minha volta. E eu quero que continue assim, pelos séculos e séculos. Então melhor fazer o tempo parar. Como??
Ah!!! Você não vai querer saber!!!

Se vc tem uma fórmula mágica para manter uma indisciplinada magra e sem rugas, comente aqui!!!

JsIndexer - JsIndexer - Adicionar aos Favoritos BlogBlogs JsIndexer - Adicionar ao Blogbookmark JsIndexer - Adicionar ao Blogmarks JsIndexer - Adicionar artigo ao Del.icio.us JsIndexer - Adicionar ao Diga Cultura JsIndexer - Adicionar artigo ao Eu Curti JsIndexer - Adicionar ao Facebook JsIndexer - Adicionar ao Google JsIndexer - Adicionar ao Gostei JsIndexer - Adicionar ao MySpace JsIndexer - Adicionar ao Diga Cultura JsIndexer - Adicionar aos Favoritos Technorati JsIndexer - Adicionar ao Twitter JsIndexer - Adicionar ao Ueba JsIndexer - Adicionar artigo ao Windows Live JsIndexer - Adicionar ao Yahoo!

SOBRE O PODER

…Mas não é sobre o poder de Brasília, ou do dinheiro não.
É sobre o poder feminino.
O que faz de uma mulher uma mulher poderosa?? Muitas vezes eu me pego falando que dinheiro embeleza, e a gente vai ao shopping, e faz drenagem linfática, essas coisas.
Mas a mulher mais “no shape” (gíria para corpão), com as melhores roupas e sapatos pode não ser poderosa.
Olha, eu tenho uma conhecida que é baixinha, bem gordinha, pobre, mora mal… mas aonde vai todo mundo paquera ela. E não é de longe não. Os caram ficam em cima mesmo. É que ela SE ACHA.
E pode. MESMO FORA DOS PADRÕES ESTÉTICOS.
Tipo assim: Tenho conteúdo, sei conversar. minha pele é macia, meus cabelos são sedosos, minha voz é modulada e sei andar de salto.(porque andar de salto sem saber é a coisa mais brega que eu já vi na vida)!!
Mas a sujeita aqui do exemplo tem todas estas coisas mas tem celulie e transa só com a luz apagada. É brabo, é foda!!
Mulheres!!! temos que ter mais noção de nosso valor!!
Eu dou nó em pingo de éter andando de bicicleta, (estou passando por momentos doces pois em janeiro as minhas filhas ficam com o pai), fazendo miles de coisas, glamourosa, e depois fico triste e por baixo porque a barriga, ou porque o palhaço não ligou, ou porque um(a) arrombado(a) falou isso ou aquilo.
A humanidade está aí pra evoluir, então para que tentar se apertar dentro de padrões, como fazer essa violência se somos ilimitados???
Vamos todos descobrir e aceitar as nossas verdades, praticando a auto aceitação,vivendo a coerência e a paz!!!!! uhauahhah
Nada melhor que análise e dia de sol…rsrsr
Mas… o que faz de uma mulher, rica ou pobre, uma mulher poderosa??
ATITUDE: A Gisele Bündchen que nos diga! Quando ela chega na passarela, é linda, tem aquele olhar… sei lá, a pessoa de atitude parece que respira diferente.
EDUCAÇÃO: Pelamordedeus!!! Falar alto, criar caso com todos, querer o que não pode (que nem aquela mulher querendo copo de vidro na areia da praia, falando alto na maior marra) são exemplos de baixaria. Mulher poderosa é chique, e chique é ser educado.
AUTO-ESTIMA:TODAS NÓS SOMOS LINDAS, ESPECIAIS E ÚNICAS!!