Mulherpolvo, de Bizet. Em breve no municipal.

Minhas mazelas são uma comédia.

Mas eu as levo a sério, solene como em uma brincadeira de criança.

Mas qual é oseu problema, minha filha??

Ah!! Eu sou tão apaixonada pelo meu marido!!!!!!!!!

Tá vendo? Comédia!!

Me chateio ao ver a estupidez de dar ao outro tanto poder. O poder de me deixar emburrada por dois dias. Ê ê.

E, enquanto eu era a recepcionista que não sorria para ninguém durante as horas de trabalho, um diálogo acontecia no meu lar:

(Entra Puro-Osso com uma planta… Sai e volta com um vinho e uma tabua de queijo)

(minha mãe pergunta:)

“Cês tão fazendo aniversário de casamento?”

“Não, sogra, é limpeza de barra mesmo”

“Hum.Isso explica a vozinha dela ao telefone…. Filho duma #%#@%&$%”

“Que nada, sogra, são apenas pequenos reveses da vida”

Bebi o vinho, comi o queijo e dei pro homem. U-hu.

Fim da ópera. Esse cara sabe desemburrar uma mulher.

Anúncios

E O PIOR É QUE DEPENDE DO PONTO DE VISTA!!!!!!!!

Três horas da manhã.Falar do novo remédio para emagrecer que espero desesperadamente via PAC, da frustração sexual ou das sInapses cerebrais truncadas de sempre??

Uma moça prolixa, sem mancada, uma mulher não deve vacilar…

Christine, 35 anos. Coeficiente imaginativo: 100%.

E nem assim consegue entender!!!!!!!!!!!!!!!

Loka, fia.

Mutcho loka.

Ou muito inteligente??

Bendita liguagem, que me dá a opção de ser culta e burra, nas mesmas questões!!!!!!

Tava com saudade?? Tá rindo??

Nos dos outros é refresco, néah????!!!!

KKKKKKKKKKKKKKKK

Bóra rir então!!!!!!

hibernante

Primeiro, parecia que nada estava acontecendo em minha vida. Depois, eu mesma não me reconhecia mais como a Mulherpolvo, quieta, calminha, assistindo History Channel dia após dia.

E da calma nasceu a ansiedade.

Mas não pensem que foi uma boa ansiedade, não!! (Ansiedade é boa desde quando??)

Os pensamentos não conseguiam tomar forma. As conclusões não apareciam. Enquanto isso, eu assistia televisão e engordava, quieta.

Sem internet no hospital, minha vida cibernética sofreu um baque. Onde mais eu teria tempo para me concentrar??

Tem muita coisa estranha no meio disso tudo.  Sem escrever, me sinto perdida, e é fácil escutar” não sei” no início ou no fibnal das minhas frases atuais. Os pensamentos estão desorganizados, assim como minhas gavetas e armários.

Muito timidamente vou tentando voltar ao normal.

Preciso de disposição e de organização. Todos precisam.

E quem falou que paz tem a ver com chatisse ou com falta de assunto??

Percebo que o primeiro passo em prol dessa organização é voltar a escrever, e é assim que começarei. Aos amigos que abandonei, peço desculpas e aviso: estou voltando, para quem ainda tiver paciência comigo!!!