E EU QUE PENSEI QUE TAVA MALUCA!!!

Apesar de toda a felicidade que tenho experimentado através dessa relação amorosa, resolvi encucar com alguma coisa, afinal a vida sem um estressezinho fica chata e sem sentido. Como viver, e o principal, como blogar sem conflitos??

Então eu resolvi me preocupar com a inércia que tenho vivido estes dias.

Sabe quando a gente acorda num domingo chuvoso e se deixa ficar na cama,  porque tá uma delícia, porque é domingo e porque tá chovendo??

Então… É assim mesmo que eu to: só que não é apenas aos domingos não!! É todo dia.

Pagando mais plantãos que comparecendo, dormindo, descansando, assistindo televisão. ,

Projetos engavetados. Bicho carpinteiro de perna quebrada, de licença pelo INSS.

Guarda roupa bagunçado, sapatos espalhados pela casa e muita louça na pia.

Tá bom pra dedéu, mas eu resolvi me aborrecer. Ninguém vive de amor. Vive não, é?! Bem talvez viva e a gente, que está acostumada e pegar pronta a informação ali, na telinha da TV tá perdendo grandes coisas.

Vasculho dentro de mim algum fiozinho de força de vontade ou de vergonha na cara para sair dessa cama e ir cuidar da casa, da vida, das crianças, dos cachorros, da saúde, dos e-mails… Mas dá uma preguiça… E vai começar “sintonia de amor” pela terceira vez esta semana. ~Voc~e já viu, sabe os diálogos de cor, mas não resiste. O filme se torna imperdível diante de tantas possibilidades.

E, enquanto eu tomava coragem de postar estas xorumelas para vocês, abro um e-mail.  Um trecho de “Mulheres que Correm com os lobos” de Clarissa Pinkola Estés, livro que possuo e que já devorei, em tempos de vista mais aguçada e vontade mais afiada. O trecho:

“Dizem que tudo o que buscamos, também nos busca e, se ficamos quietos, o que buscamos nos encontrará. É algo que leva muito tempo esperando por nós. Enquanto não chega, nada faças. Descansa. Já tu verás o que acontece enquanto isto.”

E uma das escritoras mais sábias que conheço endossa toda minha inércia.

A vida não é mesmo muito engraçada???

Anúncios

5 Respostas

  1. Como dizem os mais antigos, vivemos procurando “chifres na cabeça de cavalo e cabelo em ovo”, hehehehe!
    Bj.

  2. Sem moral prá comentar – a não ser que a escritora é sábia.
    E inércia não é defeito – é estilo de dias, de semanas, de determinada estação do ano ou…de uma vida.
    Tá aqui quem fala – e prova e apesar disso a vida me trouxe o que nunca fui buscar- porque o que eu queria mesmo buscar era bastante complicado….rs….

  3. como diz minha mãe: “O q é do homem o bicho não come”… rs…
    eu adoooro ficar à toa…é meu esporte predileto! rs…
    tb dizem por aí q quem perde muito tempo trabalhando, não tem tempo para ficar rico…
    nem penso em aplicar nesse quesito esse pseudo-ditado, mas tb acho q como a própria escritora diz no livro (acredita q não li até o fim esse livro?) quem espera, sem pretensão alguma, alcança coisas que ninguém
    imaginaria…
    sobre as músicas volta lá no meu blog e ouve Sue Aston…violino
    muito inspirado! =) bjs

  4. Cris,
    é como confiar na vida . Ela sempre se encarrega de colocar as coisas no lugar. Não que tenhamos que ficar esperando tudo sentada, mas que mal faz uma preguiça num dia de domingo friorento ? É tão bom. A calma e o silêncio servem para focar nosso mundo. Nossas coisas. Desejos. Vida. A pressa e a agitação, com certeza, não são boas conselheiras.
    Tá aí. Você abriu o livro e teve a resposta.
    Grande semana e beijos !

  5. Oi! aqui o link querida.

    http://lanegrapantera.wordpress.com/2010/06/04/the-home-coming-sue-aston/

    beijo! aqui tá um frio de lascar!!! SP vai nevar daqui a pouco! rs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: