MY MOTHER TOLD ME THERE’LL BE DAYS LIKE THIS

Eu amo meu trabalho no hospital.

E saio de casa arrumadinha, naquela hora pornográfica, o sol deslumbrante nascendo, ai, não liga não, amanhã vai fazer sol novamente e você vai à praia com as crianças… Terças no Plantão geral sõ complicadas. Por excesso de médicos. Sim, são quatro abençoados que levam à sério a profissão, num mesmo dia, num local não muito grande com apenas dois consultórios. Enche de gente. De todo o tipo de gente.

Tem aqueles funcionários que amam e confiam em determinado clínico, e querem que ele dê opinião sobre a doença da mãe, da irmã, do cunhado da vizinha… Esses entram direto com a comitiva e bagunçam minha fila e minha vida.

Tem clínico que na falta de consultório conversa com os doentes lá na minha recepção.

Tem aquela que quer dar um atendimento nota 1000 e empaca por quarenta, cinquenta minutos com apenas uma consulta, telefonando para diversos especialistas do meu telefone, e eu tenho que conversar com os que chegam escutando uma ao telefone, e  outra dando consulta. E falar, e sorrir, e penasar, e pedir, impolrar por silêncio.

” Por favor, pessoal, vamos cooperar fazendo silêncio!!”

“Gente, evitem conversar aqui dantro. Fiquem lá fora, se necessário, eu chamo.”

Com tantos pedidos de exames e de especialistas, as pessoas eram atendidas e por lá ficavam, ainda aguardando. E cada minuto voltava mais um: ” por favor, o Urologista tá demorando, você pode telefonar…”

“Senhora, os urologistas estão em centro cirúrgico, vou t6elefonar, mas terça ele demoram mesmo… ”

E a galera do absurdo? “Isso é um absurdo!! A emergência…”

Uma pausa para explicar que eu trabalho numa ex- emergência. Ex, porque foi desativada à anos, mas como estamos em frente a uma favela enorme e o hospital (referência nacional) trata muitas doenças graves/raras. Tornou-se o plantão do hospital, onde os doentes em tratamento dão entrada para que seus especialistas sejam contratados. Mas aparece de tudo. Dor de cabeça, bicho de pé, insuficiência renal ou respiratória, e outras coisas que não convém falar.

Ontem, além do barulho e do calor (ar-condicionado quebrado), um cheiro fétido tomava conta do local. Cheiro de doença, de morte.

Sou médium… Absorvo essas energias facilmente,e,  se não estiver “ótima” acabo me deixando levar pelo clima do local. Rezo e dou amor à minha tarefa, de modo que me protejo. banho de sal grosso, alegria, perdão das ofensas. Aprendo a ser gente ali, faço amizades, seguro mão, choro junto.

Uma senhora, querendo furar fila, ficou me ofendendo, ameaçou representar contra mim na justiça (!!), me chamou de funcionária pública”, essas coisas. E, pela primeira vez, aguentei calada, pensando que ela não está sabendo lidar com as emoções da doença dela, e que não poderia ser nada pessoal, ela nem me conhece.

Indo embora para casa, já havia perdoado a pessoa.

Mas a emoção estava lá, ainda está. O incômodo.” A lição”:

“CONHECE-TE A TI MESMO.”

O arrogante  sempre cai no ridículo, ao se ver melhor que o outro.

Quem se (re)conhece como filho de Deus, e também ao seu próximo, Não se deixa levar por ofensas… É tudo um grande mal- entendido.

Anúncios

6 Respostas

  1. Não sei pq mas me identifico..rsrs.
    Eu sei bem oq é uma pessoa estragar o restinho do seu dia!! As vezes, uma palavra.
    Como diz uma amiga: não absorve, lembre-se que vc não é esponja!!

    Mas ainda não cheguei neste nível espiritual, e olha que eu tento.

    Bjs lindona.

  2. Muito bom o seu post !
    E ainda bem que você tem consciênsia de tudo isso e sabe o que fazer para ” amenizar” as energias negativas.
    Seu trabalho é um grande aprendizado. Crescimento. Aprende a ter mais paciência. Tolerância. A ver a vida com outros olhos. A saber que existem problemas bem maiores. A saber que se alguém faz uma ” grosseria” é pq aquela pessoa está carente, precisando de ajuda.
    Só assim a gente aprende. Só assim a gente cresce e aprende, principalmente, que não existe ninguém melhor do que ninguém.
    Cada um está apenas num estágio espiritual.

    Bom final de semana !
    Vai fazer calor.
    bj

  3. É bem isso.
    Nada pessoal, ela nem te conhece!
    Gostei.
    Vou vir mais x por aqui!
    Bom findi.
    Deus te abençoe!

  4. Sei bem como é isso,ja trabalhei em hospital publico,particular e agora estou em um publico que parece particular…rs.Tem pessoas de todos os tipos mesmo,até alguns que estão muito doentes,mas não deixam a arrogância de lado,mas temos que fazer isso mesmo,tentar relevar o máximo,afinal de contas nos estamos saudáveis e não há nada mais triste que estar doente.Tenha uma semana deliciosa,
    beijussssssss

  5. Chris, não é fácil não!!!….pra aguentar tudo isso tem que ser uma mulher polvo mesmo!

    Olha, meu trabalho também é baseado em problemas alheios, mas são problemas, técnicos, que não dizem respeito à saúde. Quando a saúde tá no meio a coisa deve ser bem mais complicada.

  6. Amiga, é difícil lidar num ambiente pesado,ainda mais com o calor que está fazendo e,vc,sem ar refrigerado. Deve ser uma barra!!! Agora, vou te falar, essas pessoas que ficam seriamente doentes é pq têm uma grande hostilidade pelos outros e pela vida. Uma pessoa alegre,de bem consigo mesma, que gosta realmente da vida e das pequenas coisas, NÃO adoece seriamente pq está com sua energia vital íntegra. Agora, o hostil, o eterno insatisfeito, o amargo, fica sem energia viatal, entra em desequilíbrio energético e adoece. E,o que é pior, não reconhecendo que sua doença é consequência de suas atitudes mentais, fica ainda mais raivoso e arrogante, querendo destruir quem encontra pela frente. É o caso da tal paciente que resolveu descontar em vc a raiva que ela sente dela mesma e da vida. Vc não tem que ficar chateada nem magoada,tem que encará-la como ela é – destrutiva – e ignorar. Se tivesse serviço de psicossomática onde vc trabalha, seria o caso de encaminhá-la. Na Santa Casa, no Centro, tem.
    Enfim,menina, vc está precisando dar um mergulho longo no mar. Mais energia maravilhosa, poderosa, vitalizadora,impossível. Arranja um tempo pra isso,nem que seja depois do trabalho. Com esse calor, um mergulho à noite ía te deixar super 10. Eu sempre faço isso.
    Bjssss, amiga!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: