Meus pintinhos, venham cá!!!

Manhã de sexta-feira.  Elaboro mentalmente uma lista de quitutes para alegrar  os jovens estômagos das minhas filhas no domingo. Toca o telefone: ” mamãe! Cheguei, tô na casa da bisa em madureira. Vem me buscar hoje?”

Como dizer não para aquela vozinha que, nas entrelinhas, deu a entender que a casa da bisa não é tão legal depois de passar quarenta e cinco dias longe da mãe, dos brinquedos, da bicicleta?

 E lá fui eu, mór calorão, atravessar a cidade, de cabelo arrepiado, vestido caseiro e havaianas no pé.

Como eu previ em dezembro, dentes cairam, dentes nasceram. Rafaela até parece ter engordado, enquanto Rebeca cortou uma mecha do próprio cabelo. Roupas novas, sapatos novos. Por alguns segundos as fitei como ilustres desconhecidas. Depois, conforme a conversa foi progredindo, re-encontrei os meus bebezinhos de sempre.

À noite, uma lua cheia mais que linda sorria no céu, observando Rebequinha contar as novidades da Bahia para as bonecas, e Rafaela matava saudades da Hannah Montana na televisão. Puro-Osso, coitado, não teve chance. Nem convite para passeio de moto sob o luar me tirou de perto da prole. E ele voltou para casa sozinho…

Em menos de duas horas a minha casa era um lar de crianças denovo: chinelinhos espalhados, barbie em cima da mesa, luzes acesas em todos os cômodos… Ai, eu nem briguei pelas luzes e brinquedos, deixei rolar, tava com tanta saudade dessa zona, de tudo.  Dormi feliz agarrada em Rebeca.

Meu coração está em paz.

Anúncios

6 Respostas

  1. É…esses nossos filhos!!!
    São tudo de bom que a Vida nos deu,né?
    Depois passa lá no meu canto e vê o susto que eu tomei!!
    lembrei de vc…pedindo um filho homem!!!
    Bom saber que vc voltou a ser inteira!
    Beijos e saudades mulher!

  2. Os meus chegam na segunda. Também sinto falta da zona que eles fazem. Muitas saudades.

    beijo rouge

    Dani

  3. Boa tarde.
    Seu belo texto fez-me viajar no tempo em que meus filhos eram pequenos…linda lembrança.
    Respondendo ao seu comentário, recebo lendas de todos os meus antigos alunos. Gosto de trabalhar com os populares porque não precisa ficar queimando a pestana atrás da autoria. Eu leio tanta coisa mal escrita na internet que é de aterrorizar. Chego a conclusão que é por isso que as pessoas não se interessam por ler, como entender algo tão mal escrito, fruto de copia e cola ?
    Procuro dar uma outra roupagem as lendas, algumas muitas são da minha infância, contadas pela minha avó materna. Adorava ouvir. E aos poucos, conforme vou lembrando, procuro reescrevê-las.
    A história de hoje fala sobre o BERIMBAU.
    FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER… deseja Bom domingo para você.
    Beijo grande.

  4. Que fofice esse post!!!! Suas babies devem ser mesmo especiais. Like you, queridona.

    Beijos,

    Bela – A Divorciada

  5. E que continue assim ! Eu não tive a experiência de ser mãe, não quis. Mas toda mãe diz que é a maior e melhor experiência da vida. Acabei de ver agora no globo.com a entrevista da Gisele Bündchen e ela está super empolgada com a maternidade.
    Curta muito suas filhotas que voltaram para preencher sua vida e encher seu coração de alegria.

    Boa semana !

  6. A nada como ter nossas crias embaixo das nossas asas independente da idade.tenha uma semana deliciosa,
    beijusssssssss

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: