Leila, Geisy e eu justificando o dia de ontem.

E logo após o meu post “mimimi” de ontem, algumas lágrimas, um café quentinho do hospital e alguns doentes, ganhei de presento o jornal O Globo, do familiar de um doente que está internado. É comum eu ganhar presentes: balas, bonbons, lanches, perfumes, e  até calcinha(!!!)

Mas, voltemos ao jornal. Segundo caderno, colunista: Joaquim Ferreira dos Santos. O título: ” Leila@ipanema para Geisy@Uniban”. Enfim, Leila Diniz, em pessoa, conversava e consolava a Geisy, e eu de quebra.

Ser chamada de puta não é muito agradável. Não é muito positivo para uma mulher, viver como se quer, com o comprimento da saia a barriga de grávida de fora falando palavrão ou abobrinha. Porque o país é machista, etc e tal.  Gostei do texto, gostei da parte em que a Leila dizia que só queria se divertir…

Mas porque Leila Diniz conversou comigo de quebra? Ah!! Primeiro porque sou mulher e ainda uso minissaia (ok, estou tentando substituir por recatadas bermudinhas, mas ainda sofro recaídas). Depois, porque sempre vivi como eu quis, e, antes de me tornar uma mamãe, não me importava com o que falavam de mim. E volto a não me importar.

Porque da minha vida, nenhum homem daria conta. Porque vejo os resultados das minhas lutas e me orgulho deles. Porque as minhas filhas são muito felizes, bem- educadas e só tiram nota dez na escola (o que me dá o direito de dizer que sou, sim, uma ótima mãe).

Mas o principal, o que mais importa, é que sei de mim. Das limitações, dos defeitos. Penso, me observo, me aceito. EU briguei com cara que eu sei quem é. Já Puro-Osso, que não sabe de si, usou o personagem que ele pensa que é ele para brigar com a pessoa que ele pensa que eu sou. Enfim, um equivocado.

Aí eu parei de sentir pena de mim e fiquei orgulhosa. Neste ano, rompi relações com duas pessoas equivocadas sobre si. Não perdi muita coisa. Ganhei apenas.

O que falta é parar de projetar sobre Puro-osso qualidades que ele não possui. Que não sabe ser companheiro, é fato. Quem não sabe de si não tem condições de ser nada para ninguém.

Entendendo que não serve para ser companheiro uma vez que ao lado dele me sinto muito mais sozinha, buscava apenas o sexo, algo que ele ainda podia me dar, sexo casual de qualidade, com carinho e intimidade. Agora, nem isso mais. E a percepção de que, sem um rompimento definitivo, sem uma BRIGA, essa página não será virada.

Repito que todos os dias são um primeiro dia em potencial.

Viremos a página.

Me perdôo por me negar a viver mediocridades e fantasias. Prefiro a vida real, com seus altos e baixos, dores e delícias.

Acho que não apanharei mais da analista. De mim mesma, já estou recebendo mimos.

Anúncios

5 Respostas

  1. Caramba, companheira… rs
    Sua cabeça deve estar a mil… Começou falando do jornal, da tal da UNIBAN, de Leila Diniz para acabar no falecido?
    Afogar paixão é foda, mesmo. Mas, se não vale a pena… o negócio é cair de cabeça na vida e tentar achar sexo casual de qualidade em outra pessoa.

    Adorei o texto

    beijo rouge

    Dani

  2. Verdade fazer o que bem quiser da própria vida é dificil e tirar da nossa vida pessoas que so nos deixam mal,também é dificil,mas com força conseguimos..rs.Obrigada pela visita e os parabéns.tenha uma semana deliciosa,
    beijussssssssss

  3. Também tenho me negado a viver medicridades e fantasias. Aliás, como tem gente ” inha” neste mundo, né ?
    Quando começamos a nos sentir só estando com alguém, é hora de acabar mesmo. Essa coisa só de sexo um dia acaba nos deixando mais vazias…
    Dói brigar, romper, mas é melhor deixar ir….
    Sofre um tempo, mas passa . Um dia eu sei que passa….
    Li a crônica do Joaquim Ferreira dos Santos. Gostei. O mundo ainda é machista. E como ! Não consigo ainda acreditar o que aconteceu com a ” Geisy” . Com que direito os ” outros” escolhem o que devemos ou não vestir ? E qual o problema de gostar de minissaia ? Faça-me o favor, a menina estava numa Universidade. Quem não consegue controlar seus ” instintos animalescos” tem que procurar tratamento psiquiátrico…
    Ora, ora.
    Beijão e boa semana !

  4. Essa é a Mulher polvo que conheço!!!
    Bola pra frente!
    Bjos amiga!

  5. Nossa, que ideia ótima de texto! Vou procurar.

    A propósito, acho vc tudo.

    Beijão,

    Bela – A Divorciada

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: