Comer, pensar, trabalhar…

Eu parecia mais uma bolinha de pinball. Ô semaninha braba. Do bem e do mal, tudo ao mesmo tempo, como costuma ser tudo na minha vida. Na segunda, um plantão de salto alto, depois de meses trabalhando apenas de saltinhos baixos ou tênis. Entre um doente e outro, pesquisas intermináveis de receitas (também em inglês). Terça, a folga. Descansei do salto alto usando tênis, em pé na cozinha, testando algumas das receitas que pesquisei, cuidando das crianças e da limpeza da casa, já que a faxineira resolveu cooperar faltando. E na quarta, cozinha, vassoura, crianças… Pesquisar, digitar, comprar ingredientes, preparar, comer! Ah!! Disso eu não posso me quixar, comi muito, de tudo.
enlouquecida 2

Eu precisava fazer uns salgadinhos diferentes, para aqueles eventos do Centro Cultural da Light, testei algumas receitas, mas como não achei nenhuma muito bacana, acabei fazendo do meu jeito, e ficou uma delícia!!
Bolinhas de batata baroa recheadas com gorgonzola

Batata baroa, 500g, cozida e reduzida a purê.
Água, 300ml
Farinha de trigo, 300g
Sal, pimenta do reino, que baste
2 colheres de sopa de cebola
2 dentes de alho bem picado
Ramos de alecrim e tomilho
Manteiga (2 colheres de sopa, meio cheias)
ricota 150g
queijo gorgonzola 150g
farinha de rosca para empanar
Óleo pára fritar

Modo de fazer:

Refogar a cebola e o lho na manteiga, sem dourar, acrescentando o purê de batata baroa. Juntar a água e deixar ferver. Bom momento para colocar as ervas bem picadinhas. Juntar a farinha toda de uma vez, mexendo com vontade e disposição, até que fique uma papa dura, desgrudando da panela. Deixar em um prato esfriando, enquanto você amassa a ricota e o gorgonzola com um garfo, e depois mistura tudo com as mãos mesmo. Eu fiz umas bolinhas com esse queijo, para facilitar.
Então eu passei óleo nas mãos, peguei punhados da massa de baroa e envolvi as bolinhas de gorgonzola. A minha massa não ficou muito dura, então eu rolei direto na farinha de rosa, sem passar em leite ou em ovo.
O resultado foi uma casquinha fina e crocante, depois a massa de baroa docinha, molinha como um purê, e depois o gorgonzola. Por que eu coloquei ricota? Porque o gosto do gorgonzola é muito forte, e assim, suavizou um pouco.
Com este mesmo método, preparei massas de milho, de abobora e de batatas. As de milho recheei com queijo coalho, as de abóbora, com carne seca desfiada.
E na quinta, hospital denovo. Muita chuva, engarrafamento, frio, pesquisas na internet e uma volta pra casa traumática. Levei mais de três horas para fazer um trajeto que normalmente faço em 90 minutos. Foi muito, muito cansativo, mas sobrevivi para cozinhar mais e terminar a grande tarefa que me foi confiada. Que grande tarefa foi essa? PREPARAR UM CARDÁPIO PARA UM RESTAURANTE!!! Quando escrevi no último post sobre meu primeiro grande sonho de cozinheira, era disso que eu estava falando. Mas eram três cardápios, na verdade. Dois de almoço: um mais popular e outro mais requintado, e um de café da manhã. Então, na sexta testei receitas de doces, e fiz uns cupcakes divinos (cenoura e gengibre com recheio de maracujá e cobertura de cream cheese de laranja, e chocolate com recheio de chantily de lavanda e cobertura de ganache) para a minha mãe e minhas criancinhas. caqrdápios prontos, enviados por e-mail, e reunião marcada para sábado de tarde. Muito bem!
Mas eu não seria a Mulherpolvo se me desse por satisfeita.
Tratei de transformar aquela forma decadente de lenço na cabeça em Moon-Ra, eu fui curtir um pouco de rua e cerveja, sem me importar com a chuva nem com o frio. Sim, foi uma noite deliciosa, com direito a rever amigos de adolescência e tudo o mais.
Agora, o que eu quero mesmo é ver se a semana de trabalho valeu à pena mesmo, e se o cardápio será aceito.
Se for aceito, eu não poderei ser mais a Mulherpolvo de sempre.
Serei a Mulherpolvo Biônica!!!! Comandando cozinha de restaurante, de eventos, as filhas, a casa, a vida de solteira. E o blog, claro!
Projeto para a semana pós 12 de outrobro: UMA DIETA!!!!
Não tive coragem de subir na balança, mas me sinto bem mais redondinha…

PS: Não coloquei a receita no blog de trabalho pois por enquanto, quero deixá-lo asim mesmo.

Anúncios

2 Respostas

  1. Excelente receita… rsrsrs.. vou experimentar a qualquer hora. Domingo preparei uma costela no bafo… nada de mais. Só que tive que improvisar porque a churrasqueira – que era de cerâmica – rachou na última mudança. Fiz no forno mesmo, enrolada no alumínio e com água em um tabuleiro… no final deu tudo certo.

  2. Menina fico impressionada com vc,faz tudo ao mesmo tempo agora,…srs.Sei como cozinha é cansativo trabalho em uma…rsrs.de hospital.Agora a parte de degustar pode me chamar que vou..srs.Tenha uma semana deliciosa,
    beijussssssss

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: