PITBULL FÊMEA.

Talvez fosse melhor nem escrever hoje, tamanho o mau-humor. Frio, plantão, gente barulhenta, doentes, céu cinzento. Mas vou registrar aqui, afinal, nem só de alegrias se vive…

Engraçado  é que quando eu to assim azeda, eu fico com vontade de estar sozinha, em silêncio. Mas acontece que hoje é meu plantão, e silêncio, somente na hora de ir pra casa.

Solidão?

Vai demorar ainda mais um pouco.

E essa mania de “puxar o chiclete” das coisas ruins para que durem mais? Essa mania ainda não perdi, mas tá na mira!! KKKKK

Já to rindo… Li em algum lugar que o ser humano larga milhões de coisas, menos o sofrimento. A gente poderia até dizer que ele nos impulsiona a pensar e agir, mas a gente sabe muito bem que existem sofrimentos curtidos por opção.

Eu tava aqui na minha, quieta, jogando o jogo da florzinha e pensando… que barulho! Ô gente chata e faladeira! Ai meu Deus!! Sem grana! A mãe doente… E fui arranjando milhares de motivos para ficar cada vez mais aborrecida, saindo do momento presente e desencavando miles de motivos para enrugar o cenho. Motivos de hoje, de ontem, da semana passada, do natal de 1982. Olha que bobeira!!!

Eu tento descomplicar a minha vida, meus sentimentos, minhas relações.  E pensar no passado e no futuro são duas formas de complicar. Porque a vida é agora que acontece. E quem tem a garantia de estar vivo até a próxima manhã?

Mas e aquelas pessoas das minhas relações que não querem descomplicar, nem pensar, nem se colocar no lugar do outro? Aquelas, que curtem pensar no que foi e no que será, mas nunca pensam no que é.

Para essas eu digo: “azar o de vocês”!!

Eu não bato palma pra maluco dançar.  Só se a maluca dançando for eu mesma.

O que eu quero dizer é que a gente não deve alimentar a neurose alheia.

Eu fico danada com a história da pensão das minhas filhas. Mas gritar, xingar e processar não adianta. Então, o que eu devo fazer é ganhar mais, para fazer do meu jeito o que acho que precisa ser f eito.

Não adianta, temos amigos, familiares, mas somos sozinhos, todos nós.

Tem sempre um troço que é extremamente particular, que precisa ser resolvido dentro do coração, ou da cabeça.

Hoje eu to me sentindo muito sozinha.

 É, acontece vez ou outra.

Quando eu era adolescente, queria logo ter um filho, para não me sentir mais tão sozinha. E quando Rafaela nasceu, eu me sentia sozinha com um bebê no colo.  E agora, me sinto sozinha com duas filhas, uma mãe, um cachorro e a certeza de que verei ainda muitos dias cinzentos. Muito mais cinzentos que o de hoje.

Se eu sobriver…rsrsr

Não estou satisteita de movimentar essas energias de revolta dentro de mim hoje, mas fazer o que? Se eu conseguisse movimentar apenas energias de paz o tempo todo, estaria no lugar do Dalai Lama, néam?!!

Bom final de semana, amigos!

Anúncios

2 Respostas

  1. Moça dos Tentáculos

    Como diria minha arqui-parceira Bandida, Calma Amiga, muita Calma nessa hora.

    Exorcizar fantasmas é bom, é saudável e de vez em quando necessário.

    Vou fazer a célebre pergunta, tem certeza que não está entrando na TPM? porque eu fico assim na TPM, vejo tudo pior do que é, mas depois que passa tenho a certeza que a TPM minimizou o problema hahahahaha

    Quanta loucura Deus, mas tens motivos para estar assim, mãe doente, briga com ex, pensao não paga, isso é um estresse mesmo, e te compreendo quando dizes que queres ficar sozinha e em silêncio, mas precisas ter fé, fé em ti mesma, sabes que és capaz de resolver os conflitos e aqueles que não forem imediatamente resolvidos uma hora serão, sabes disso também.

    Carpem Diem! Viver o aqui-e-agora, um dia de cada vez.

    Bem, tenho novidades, depois veja no Blog e me diga o que acha, mudança de país prevista, vendendo minhas coisas para mudar o mais rápido possível, correndo atrás da defesa do meu projeto, cirurgia agendada para a próxima semana e hoje descubro que vou ser avó antes de ser mãe hahahahahaha

    estou feliz, estou confusa, estou com medo, estou ansiosa, estou rindo e desesperando a toa, estou próxima da TPM, onde eu coloquei mesmo o Ferrero Rocher?

    Ai ai, em breve voltarei, que anestesiada e delirando depois da anestesia é que não dá pra escrever, será mais doidice que o normal hahahahahaha

    beijos moça e fé, fé em ti sempre!

  2. Tudo isso passa, mas é dureza até passar.. .O melhor mesmo é escrever, pra ver que passou, quando passar…

    Bjs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: