CÍRCULOS

Experimento emoções desencontradas. Plena e serena? No more… Mas consciente da minha luz, sem dúvida.
Faz anos que me dizem que não se pode ter tudo. Mas, como assim? Eu quero tudo. Solteira, curtindo a vida de solteira mas com um maridão para enfrentar as noites at home, a vida prática, pra ensinar a Rebeca a andar de bicicleta sem rodinhas. Tempos para os filmes, séries, festas e praia e malhação e a casa, com sua organização, comida saudável e fresca. E os livros, e o soninho da tarde.
Quando consigo dar uma parada vejo que minha respiração está entrecortada, e que, mesmo não parecendo, estou em constante adrenalina. E isso não é legal.
Então eu falo para meus botões: “você precisa relaxar, serenar e ter rotina. Precisa ter rotina se quiser viver muito e com saúde, parar de fumar e se enquadrar num viver mais agradável para o corpo e a mente. Precisa voltar aos estudos do grupo espírita, dormir e acordar cedo. fazer a saudação ao sol todas as manhãs, tomar um limão espremido em jejum e esquecer a gordura animal.”
Mas aí, a vida fica sem graça, e o que era cheio de vida e cor fica preto-e-branco. Ou não?
Quando eu estava toda serena, desintoxicada, com o olhar mais que brilhante, eu comecei a me sentir sozinha. E pensei que tanto brilho e tanto glamour não deveriam ficar guardados em casa. E saí, perdi noites. E fiquei com preguiça de malhar, de tomar o limão, de arrumar a casa e de cuidar da alimentação.
E agora eu to confusa.
Anos de análise, parece que ando em círculos. Porque ser tão carente? Me pego resmungando, ao chegar do trabalho, quando minha mãe não fez uma sopa pra eu jantar… “ela não cuida de mim”. Que idiotice!!! Eu devo cuidar de mim, dela e das crianças.
Ontem comecei um livro. Chama-se Memorial da Bruxa
E assim, passei minha segunda feira em São Luis do Maranhão, pelos idos de 1620. Tive que ter muita força de vontade de para fechá-lo e ir dormir, de tão empolgante que é a história.
mas eu comecei a falr isso com uma razão. Ariel não dava carinho à Etianne, sua filha, para que não crescesse mimada e frágil. Como mãe, digo para vocês que não sou fria, mas também não saio tratando as meninas como bebezinhos frágeis. Quero que sejam mulheres de verdade. Que saibam se cuidar e que não dependam de carinho e aprovação dos outros para sentirem satisfação e alegria.

Anúncios

4 Respostas

  1. Muitas vezes me pergunto : Por que raios a gente não pode ter tudo ?
    Pode até não ter. Porém que a gente pode querer, isso pode.
    Bacana o seu post.
    Mundo confuso, não ?
    O carinho em excesso estraga. A falta de carinho deixa a pessoa carente.
    O problema é encontrar o equilíbrio. É para isso que estamos aqui.
    Como nos cobramos !
    Eu gostaria de saber qual é a receita de felicidade.
    Sabe do quê mais ?
    Cada um tem a sua…
    e vamos vivendo…
    Boa semana…

  2. Concordo contigo em tudo,amiga!Pior coisa do mundo é não saber criar os filhos pro mundo mas pra si…aí as dores que acompanham são certa!
    Mantenha-se forte,já vi que és uma excelente mãe!”
    Bjo!

  3. Todo mundo se sente assim, com vontade de mudar e vem a sensação de andar em círculos.
    Que bom…não existe linha reta na natureza a não ser no raio de Sol.
    Não se cobre tanto.
    Apenas viva 1 dia de cada vez.
    Já é suficiente não é?
    Não queira seguir regras de “bem viver”.
    Seja apenas natural com você mesma e tá bom! Já é ato corajoso o fato de ser natural.

  4. Oi Queridona,

    Amei a dica de livro, viu? E fica tranquila: eu tb quero tudo!!!!! Normal se sentir assim, não?

    Obrigada pelo outro Memè, chiquérrimo.

    Beijão,

    Bela – A Divorciada

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: