FIAT LUX

No último episódio, eu postei na hora de maior movimento do hospital (11 DA MANHÃ), extremamete irritada, com fome, essas coisas. Daí que eu almoço e fica tudo bem…
Todo mundo sabe que normalmente eu curto meu trabalho. Refleti muito, muito… Prestei atenção à maneira que fui atendendo as pessoas, os olhares que elas me mandavam de retorno, o “clima” que eu consigo estabelecer por lá, quando está mais vazio e eu permaneço no controle.
Porque eu sei muitas coisas, mas ainda não sei direito como me preservar das energias alheias. É treinamento, e eu já começo a prestar atenção. Quando a gente fica perto de gente ansiosa, irritada, com raiva do mundo, acaba se “contaminando” né?!
Perto da hora de ir embora, uma moça que estava lá me elogiou, e isso, para mim, não tem preço. “Você se importa com as pessoas!!” E como não se importar?
E a outra maluquinha, que eu atendi semana passada, uma mulher bem infantil, conversadeira. Eu tava sem paciência, mas tratei a moça bem. Ontem ela voltou, toda cheirosa, para agradecer e pediu pra tirar uma foto minha, no celular. Deu pra ver que era carinho, apesar de eu ter estranhado e sentido um pouco de medo.
Medo de que? Tratei ela muito bem, ora bolas!! Paraíba é paraíba mesmo… Ops, foi mal!
Vi que o clima do ambiente do meu trabalho, é iluminado, leve, alegre. Uma pessoa pode propagar a luz, a alegria e a paz mais facilmente que três com energia contrária. Amor contagia. E eu amo. Amo tudo, amo amar. Amo estar viva (quantas vezes eu repito isso, né?!) E amo, acima de tudo, aprender com outros o que eles tem a ensinar.
Repassei hoje, quando eu acordei, os elogios mais bonitos que eu escutei. Não se esqueçam de que to carente, com frio, e que nasceu uma espinha no meu rosto.
“Você é gostosa! Mas não é só de aparência. É gostoso estar ao seu lado, sua risada é gostosa.”
“É bom estar ao seu lado, porque eu aprendo coisas incríveis.”
“Você ilumina os lugares por onde passa.”
Entre outros que não preciso dizer, esses bastam por hora. O que interessa é que não existe a mínima necessidade de ficar chateada por estar acima do peso, ou sem namorado, ou com uma espinha, ou sem grana. Porque normalmente, o que as pessoas têm de melhor, independem dessas coisas. Não podemos nos esquecer, é necessário lembrar sempre. Dificilmente seus colegas de trabalho, vizinhos e parentes vão repetir todos os dias quais são as suas maiores qualidades… Isso compete a cada um.
Em tempo: Já tenho um novo chefe. E ele é muito legal.

Anúncios

Uma resposta

  1. Tá com mel!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: