O mundo é bão, sebastião!!!!!!!!

Mil vezes melhor esse inverninho safado do Rio de Janeiro, ao verão com todas suas minissaias homens sem camisa e sorvetes.
Deixa eu explicar: durante o inverno a luz é tão linda, a neblina de manhã, o calor do dia (para mim, mais de 25 graus já é calor) e a noite geladinha, estrelada. Quando voltei do hospital ontem, o céu tava tão, mas tão estrelado que tropecei e cai no chão. Pelo menos não tinha ninguém na rua. Só as estrelas viram, e parece que brilharam ainda mais, só de sacanagem, para eu não poder parar de olhar.
Estou tratando uma faxineira, duas vezes por semana. Não aguento mais tentar dar conta de tudo e ter uma casa meio limpa, e eu ficando meio estressada. Muita coisa melhor para se fazer.
Sabe aquela impressão de estar acordando de um pesadelo? Não por nada de específico, apenas por estar vendo as coisas como se fossem pela primeira, ou pela última vez. ou de uma maneira mais carinhosa. Plantão de segunda feira é um saco, mas mesmo assim não me aborreci nada, apesar de ter voltado bem cansada. Aconteceu um fato curioso: fui pro pátio fumar um cigarro, como sempre. E vejo chegando na minha porta um senhorzinho preto, bem pretinho, e bem pequenininho e magro também. parecia um passarinho, o cara.Fui até perto dele, pra saber do que ele precisava. O senhorzinho tava PUTO. Ele falava baixo, mas muito rápido e com aquela indignação de cliente de SUS. “eu tenho tuberculose e…” e eu com um cigarro aceso, que eu não queria apagar, e com medo do cara ficar falando perto de mim. Mas de longe eu não conseguia escutar direito. E eu dava um passo para trás, e dava outro. Depois eu inclinava a cabeça pra tentar escutar. o cara tava muito, muito puto. Eu não poderia ajudá-lo, e expliquei direitinho onde ele deveria ir. Fofa. Mas ele não gostou. Ficou bravo comigo, e saiu me xingando…Eu ri muito, mas fiquei um pouco rabugenta. Estudei pra caramba pra acordar quatro e meia da manhã num dia lindo e ensolarado prum velho com jeito de passarinho vir encher a minha paciência cheio de bacilos??
O importante é que as 12 horas passaram rapidinho.
Estou desenvolvendo um projeto de engenharia para minha recepção: um calabouço!!!!
Se a pessoa que aparecer na minha frente for pentelha, eu aperto um botão, o chão se abre e…vai pro quinto dos infernos, senhora! E boa tarde! Com um sorrisinho eficiente no final…
Escrevo ouvindo Nando Reis.
“Quando se acabou com tudo/ espada e escudo”… Me remete aos momentos que deixamos de lado as marras, as lutas, e simplesmente vamos vivendo um momentinho de cada vez, sem ansiedade, sem forçar nada.
Nando Reis é muito bom né?!

Anúncios

Uma resposta

  1. Adorei a idéia do calaboço…devia ser obrigatório em certos empregos,não acha?
    hahahahahaha.
    Nossa…cruel ,não?
    Mas sincero,fazer o quê?
    Bjo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: