SEU MENINO, DR. GATINHO, DR. GRANDÃO

Como toda recepcionista que se preze, tenho dificuldade de associar nomes às pessoas. E com tantos nomes rondando meu louro pensamento, fica difícil até de lembrar o nome das pessoas que trabalham comigo.

E eu acabo falando: “…Dra, é doutor menino no telefone.” e por aí vai.

Mas num ambiente hospitalar, nem todos são médicos ou doentes.

Eu saio pro pátio interno do hospital para fumar. E fico vendo o movimento de várias pessoas: maqueiros, copeiras, faxineiros… e o pessoal da rouparia, que empurra uns carrinhos cheios de pijamas e lençóis. Estes são subdivididos em dois grupos: os que carregam a roupa suja e vestem macacões, toucas, botas e usam aquela máscara no rosto. E luvas também, vejam só. Já os que carregam a roupa limpa, usam calça, camiseta de malha sapatos comuns.

E foi numa dessas fugas pró-cigarrinho que conheci “seu” menino. Metro e meio de altura, uns bons sessenta anos, sem nenhum dente na frente da boca.

Nem em cima, nem em baixo. Ele já me falou seu nome diversas vezes, mas não lembro. Deve ser Raimundo, ou José Ribamar, afinal, cearense que mora no Rio tem tudo o mesmo nome. Ops… Foi mal…

O que vocês não sabem é que “seu” menino é louco por mim. Quando me vê, larga o carrinho de roupa (limpa), corre a me abraçar e a me chamar de linda.

Outro dia desses, me disse que estava sozinho, sem esposa, num barraco “de broco” (de tijolo) e que tinha acabado de comprar um guarda-roupa, bem grandão. Me chamou pra ir morar com ele.

 Eu? Ri pra caramba, mas com simpatia, afinal, ele é bonzinho. Outro dia, vem “seu” menino me chamando pra feira de São Cristóvão, comer carne-de-sol e bater coxa no forró.

Aí  eu tive de dizer que tenho marido, pra não ficar feio. 

Por ser recepcionista da (pseudo) emergência, passam por mim médicos e médicas de todas as especialidades. É claro que grande parte é extremamente antipática, enquanto outros dão “bom dia”, uns falam “Bom dia! como vai?” E eu vou inventando apelidos. Tem o dr. gatinho, o dr. grandão, o dr. melequinha (eu vi ele tirando meleca do nariz, uma vez). Tem também o dr. Sebinho (porque ele usa um gel no cabelo e penteia todo para trás, daí que fica igual um gomex bem seboso no cabelo).

Ter internet novamente me faz uma funcionária feliz e eficiente.

Anúncios

Uma resposta

  1. Nossa imagino tua felicidade, ta até criativa… nas palavras, nos apelidos, rs. Tbém tenho a minha amiga internet para me distrair aqui, pq sou recepcionista e por incrível que pareça só vem gente “zen”, zen paciência, zen educação, zen humor. Não gravo o nome de ngm e nem fisionomia, aff, pode voltar horas depois e falar “mas vc não lembra de mim”, NÃO E NÃO.
    Estou adorando ver seu entusiasmo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: