SHINNY HAPPY PEOPLE

Energizada,brilhante, magnética, glamourosa, carismática.

É assim que estou me sentindo, em plena segunda-feira à noite, depois de um plantão de segunda-feira. Desde que voltei de férias, hoje foi o primeiro dia que consegui verdadeiramenteme entregar com todo a carinho que me é peculiar, ao trabalho.

E é muito mais gostos fazer o que é inevitável com carinho. O tempo passou mais rápido. Cheguei em casa muito menos cansada e estressada que nos outros dias. Digamos que às onze da manhã eu comecei a me sentir mal, cansada e com dor de cabeça, afora a fome. Deve ter algo a ver com a queda do sistema, neste mesmo horário, que me fez escrever à mão as fichas de atendimento de cerca de cinquenta doentes. Quando o sistema voltou, pelas cinco da tarde, eu já era toda simpatia e carisma novamente.

Mas digo pra vocês que o que aborrece de verdade ali é REALMENTE a energia negativa de algumas pessoas. Incrível. Pode estar cheio e barulhento, posso não conseguir fugir prum cigarro, nada disso tem problema. Se tiver um, só unzinho emanando energia deletéria, aí, meu amigo, lascou-se!

O finde foi bom, muito bom.

Não pintei o quarto.

Não peguei ninguém,  nem mesmo um resfriado. Nada. Zero. Seca total. Em termos politicamente corretos, estou me renovando.

Fui com minha comadre, só eu e ela, sem as crianças, assistir a exposição de Matisse, no Museu da Chácara do Céu, lá em Santa Tereza. Primeiro que Matisse é, e sempre foi, meu pintor favorito (do século XX). Segundo que o museu fica ao lado do Parque das Ruínas, lugar mágico, lindo e inspirador…

Depois, um rolé até a Cobal do Humaitá, depois um rolezão em Ipanema, com direito a três cervejas. Reparem que eu disse três unidades, e não três dúzias. Fato inédito.

Muito, muito melhor que essa vida” by night”, que já estava me aborrecendo muito. Muito vazia, sabe?

Sexta à noite eu ainda me senti estranha por estar em casa, não chovia, não fazia frio, eu tinha dinheiro e nenhum compromisso para a  manhã seguinte. Mas não quis sair. Melhor descansar. Acordar cedo e pedalar. Pedalei pra chuchu. E assim os dias vão amanhecendo e se pondo, e o que antes era novidade, agora posso chamar de rotina. Existem milhares de maneiras de se levar a vida.

E é a gente quem escolhe.

…E a Mulherpolvo disse: ” o novo só aparece em nossas vidas quando damos espaço para que ele se manifeste”. Rá!!!!!!!!!!

Reparem no por de sol que eu ví lá em Santa:

Foto 0055

Boa semana para todos! ;)

Anúncios

6 Respostas

  1. Espero que tudo que vc planeja dê mesmo certo!Estou torcendo daqui,ok?
    E pode falar… tem pôr do sol mais lindo que esses de Santa Tereza?
    Beijos!

  2. Pois é…adorei a sua presença lá no nosso MFC! Muito bom tb vir aqui e notar um blog com humor, com uma crônica do cotidiano feroz e tão bem escrito…aliás que foto de abertura e que pôr-do-sol! as vezes acho que só aqui no RJ, se consegue tamanha beleza na vista do hortizonte. Linda, adorei estar aqui e que pena que seu findi foi mais do mesmo, mas as vezes é bom esse descanso, e esse não peguei ninguem foi ótimo, será que esses tentáculos são assim tão poderosos…? rs beijão, adorei estar aqui , voltarei sempre!Leandro

  3. Idade é uma merda!

    []s
    O Carioca

  4. Afrodite: em Niterói temos cada por de sol…

    Leandro: Meus tentáculossão sim, muito poderosos, assim como o resto…rsrs

    Carioca: Uma merda, só a idade dos outros. A minha idade é ótima.

  5. A natureza acalma e nos deixa transbordando de felicidade !
    Gosto mais do dia do que da noite.
    Dia claro. Sol. Chuva. Céu….
    A única coisa chata de tudo isso foi o que você escreveu : Gente negativa ! Putz, tira a paciência de qualquer um…..
    E viva a positividade.
    Beijos

  6. Todos nós temos dias negativos. Primeiro eu não desconto em terceiros de forma alguma, já deixei de ir em festas para não estragar o dia do pessoal. Segundo também trabalho com público, aqui a prioridade é: masculino (acho o menos mal), me coloco no lugar, qdo eles começam a ladainha eu fico com pena. Terceiro, se o cara for mala de nascimento e juntar vc no dia de fúria, estraga, mas estraga mesmo qq dia. Aconteceu comigo semana passada, fim de dia e apenas um mísero “ser” conseguiu, ultimo cliente, mas conseguiu. Mesmo eu chegando em casa, mudando os ares aquele sapo não me fez bem. Mas são coisas da vida.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: