NÃO EXISTE SITUAÇÃO RUIM QUE NÃO POSSA SER PIOR!

No último episódio eu tava saindo de um plantão de morte, e tava chovendo. Até a rendição chegar, a chuva se transformou garoa, e eu fiquei mais tranquila.
Sempre que eu saio do plantão, no caminho entre a Sacadura Cabral e a Rodrigues Alves, eu sinto uma solidão imensa. O lugar é feio, cheio de poças e de construções velhas, galpões abandonados e o viaduto da perimetral, em cima do ponto do ônibus.
E eu pensava.
Esperei na beira da calçada o sinal abrir, eu precisava atravessar.
Passou uma van voada, por cima de uma poça.
Tomei um banho digno de Bridget Jones, xinguei um putaquepariu tão alto que rirar de mim do outro lado da rua.
Eu poderia terpego o catamarã chiquérrimo e um ônibus seletivo.
Mas sem casaco, o ônibus seletivo seria uma tortura, então eu preferi os dois cata-cornos de sempre. A vida é feita de escolhas.
Passou um depois de dez minutos de espera.
Cheio, muito cheio. Nem pensar, em pé, na ponte, chovendo? Só se eu fosse louca e debil mental.
Passou o segundo. Cheio, muito cheio. A vida é feita de escolhas.
Passou o terceiro. Apenas um sujeito em pé. Entrei. A vida é feita de escolhas, e eu escolhi andar de cata-corno, em pé, na ponte rio-niterói, chovendo, as sete e meia da noite.
Burra, muito burra. A vida é feita de scolhas e eu, sem a dignidade, que caiu naquela poça maligna, em pé, de tamanco de salto, engarrafada, pensava no que poderia ainda me acontecer ainda nesta terça-feira negra.
E aqui, no aconchego do meu lar, perto das minhas filhas e descalça, escrevendo isso tudo, me pergunto:
“Será que foi comigo mesma que aconteceu??”
Já passou!!!!

Anúncios

6 Respostas

  1. Cada escolha uma renúncia!

    []s
    O Carioca

    PS: Da rodrigues alves a Piratininga? Mulher, vou te tirar dessa vida! jheheheheheh

  2. OH!!!!!!
    QUE LINDO!

  3. Hahahaha, esse post é na mesma linha desse aqui que eu fiz num dia de chuva insaaaaana aqui em SP. Choveu num dia o que não choveu num mês!

    http://saopauloape.blogspot.com/2009/03/mas-podia-ser-pior.html

    Posso postar o seu texto lá no meu SP a Pé como “Rio a Pé”? rsrsrs

    bjsss

    Deb

  4. claro Débora, fique à vontade!

  5. amiga,

    acredite, isso ainda nao é o pior que pode acontecer… mas realmente voltar do trabalho cansada, depois de um plantão extenuante, ficar na parada de bus e, um corno motorizado passar e dar um banho na gente de agua de poça, é digno de xingar toda a familia do desgraçado, nao só a mae.

    ontem passei por tortura semelhante, quando cheguei em casa ainda havia uma tristeza e saudade do lovezao no ar, ele nao está aqui e, tomei banho de tempestade de chuva, caí na escada da estação do metro e amaldiçoei todos os imbecis que construíram aquela escada de pedra sabão, na queda quebrei o salto do sapato, a bolsa voou longe e tudo que tinha dentro dela se espalhou… a calça rasgou no joelho e estou tentando manter o joelho funcionando….

    agora pense assim: tudo passa, até uva-passa!

    beijos

  6. Patifa, vc foi a campeã! kkkkk quando quebra o salto, mais nada pode ser feito. To pensando em pedir a qualquer frequentador do maraca uma lista com novos palavrões. as nossas desventuras não podem mais ser expressas com simples “putaquepariuporracaraleomerda”
    bota gelo nesse joelho, hein! Seu amado ficou na espanha?
    Beijos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: