UM DIA DE POLVO

Um lindo dia de sol, final de plantão alto-astral e chegar em casa prontinha pra fazer exatamente o que eu havia me proposto. Mil bolinhos, lindos e saborosos, prontos para ser fotografados.
Acordei pensando em Gatchenho, será que hoje ele chega?
Mas Gatchenho nem chegou, ou, se chegou, não ligou.
Fico pensando que quando ele chegar vou simplesmente arriar os quatro pneus, e depois, logo na sequência, eu penso que homem não é projeto de vida e que tudo pode estar diferente quando ele voltar. (Porque vai ter que voltar algum dia!)
O que não pode estar diferente é a minha vontade de fazer a vida andar.
Quando eu tava voltando pra casa hoje, sentia um frio na barriga indescritível, um medinho gostoso, de os bolos darem certo, de o projeto chocolate dar certo. Um medinho estranho e gostoso de EU dar ainda mais certo (porque por mais que eu queira achar que não, eu to dando certo, sim.), mas parece que não tem mais jeito de eu me sabotar. (Tem sim: cozinhar de cabelo solto!!!)
Saldo:24horas de plantão no hospital, ida ao comércio para comprar material de confeitagem, 30 bolinhosdeliciosas, uma praia no final de tarde com as crianças e um rolezinho para avaliar qual academia do bairro terá a honra de secar minhas gordurinhas

cupcakes

Cupcakes de baunilha recheados com caramelo ou caramelo de nozes, e cobertos com ganache de chocolate com gengibre ou marshmelow. Voilá!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: