AH! LIBERDADE!!

Quando é que a gente deve beijar e abraçar um amigo ou um irmão?
R: quando dá vontade!!
Eu amava muito o meu pai. Fazia de tudo pra estar perto dele o màximo possível. Até que, um dia, pedi a ele um abraço. Ele não deu. Me disse que beijos e abraços, damos sinceramente no momento em que queremos dar, e não quando nos é pedido.
Concordando ou não, muita água passou por baixo desta ponte depois deste diálogo e hoje eu sou meio assim também. Não gosto de pedir, nem de que me peçam carinho.
Estive lendo os últimos posts do “3×30, solteira, casada e desquitada” e do “Corporativismo Feminino” e nasceu a ideia de escrever sobre o amor, que é lindo, porque é livre.
Porque amor não se pede (vira esmola) e não marca hora (vira dentista ou algo parecido).
Esse negócio de que “vc tem que me dar atenção e carinho porque sou sua prima e estou triste”, para mim não cola. Em primeiro lugar, porque pertencer à mesma família só garante o código genético, não a amizade. E depois, conta com o apoio 24h dos amigos e familiares aquele que também se doa, que dedica tempo e atenção aos seus amigos, que sabe vibrar pelas vitórias dos próximos.
Eu fico de molho em casa assistindo filmes, novelas, e vejo uma porção de personagens neuróticos. Relações de cobrança e julgamentos chamadas de amizade, transferências chamadas de amor.
Se o amigo é um amigo de verdade, ele não pode nem deve ser julgado, cobrado e nem nada parecido com isso. Amor é livre, amizade idem. Amor apegado é egoísmo, ou seja, exatemente o contrário de amor.
O mundo é vasto, e nem sempre podemos seguir nossos caminhos ao lado de quem mais amamos. Mas aí a gente leva dentro do coração, que dá no mesmo. Já faz muito tempo que meu paizinho não está mais nessa dimensão. Sinto uma falta danada, mas sei que ele vive em outro lugar. Não passei minhas filhas do meu colo pro dele, mas ele deve ter se debruçado em seus berços muitas vezes. Deve ter se emocionado ao me ver vestida de noiva e aberto os braços para receber à mim e às minhas filhas quando me separei.Existem lugares, sons, cheiros, cores de céu e muitas outras coisas que fazem com que a gente esteja em sintonia, exercendo o nosso amor e a nossa amizade à distância.
E existem muitas pessoas também. Quanto mais amor a gente dá, mais amor nasce no coração para ser doado. Pra que sermos tão pequenos amando somente os familiares, os amigos de infância? Porque aquela pessoa a quem vc foi apresentada na semana passada não pode se tornar um amigo valoroso? Precisa tempo de serviço pra essas coisas?
Ah!! Pra que sermos tão pequenos??
Abaixo a mesquinharia, de qualquer tipo!! Vamos amar, sim, mas amar de maneira livre, generosa, sabendo respeitar a maneira de ser de cada um. Ter amor, carinho ou amizade por alguém não implica se intrometer ou invadir a intimidade, não implica querer ser dono da pessoa. Sentir ciumes dos outros amigos, essas coisas chatas que ninguém gosta qdo fazem conosco, mas acaba fazendo com os outros.

a title=”JsIndexer – Adicionar ao BlogBlogs” rel=”alternate” href=”http://blogblogs.com.br/my/gadgets/fave?url=https://mulherpolvo.wordpress.com/” target=”_blank”>JsIndexer - JsIndexer - Adicionar aos Favoritos BlogBlogs JsIndexer - Adicionar artigo ao Del.icio.us JsIndexer - Adicionar ao Diga Cultura JsIndexer - Adicionar artigo ao DiHitt JsIndexer - Adicionar artigo ao Eu Curti JsIndexer - Adicionar ao Google JsIndexer - Adicionar ao Gostei JsIndexer - Adicionar ao Imera JsIndexer - Adicionar ao Infoblogs JsIndexer - Adicionar esta noticia no Linkk Adicionar ao Linkloko JsIndexer - Envie este link para linkTo! JsIndexer - Adicionar ao Pagetacker JsIndexer - Adicionar ao pigg JsIndexer - Adicionar artigo ao Rec6 JsIndexer - Adicionar ao Diga Cultura JsIndexer - Adicionar aos Favoritos Technorati JsIndexer - Adicionar ao Twitter JsIndexer - Adicionar ao Ueba

Quer ter estes botões no seu site? Acesse

Anúncios

Uma resposta

  1. Nossa, assino embaixo! Eu amo amar!!
    Acontece de eu amar até mesmo gente que nem conheço pessoalmente. Volta e meia eu entrevisto alguém por fone e fico tão cheia de ternura por essa pessoa que termino a entrevista desejando muito amor para ela.

    Tenho uma certa dificuldade de dizer “eu te amo”, é verdade (acho que falei demais qdo era adolescente! rsrsrs), mas, silenciosamente, eu vivo dizendo ao mundo: te amo, te amo, te amo

    bjsssssss

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: